• +55 81 3444-7979
  • jornalismo@radioolinda.com.br

História da Rádio

História da Rádio

A Rádio Olinda foi inaugurada em 08 de dezembro de 1953 pelo empresário Arlindo Cardoso de Moura com a finalidade de satisfazer os interesses políticos do então Governador de Pernambuco, Agamenon Magalhães. Após alguns anos, o empresário Arlindo Cardoso decidiu vender a emissora suscitando interesse de grandes empresas comerciais da região.

A Arquidiocese de Olinda e Recife adquiriu a rádio porque entendia estar ampliando a ação evangelizadora da Arquidiocese de Olinda e Recife. A emissora passou a fazer parte na ação evangelizadora da Arquidiocese, contribuindo significativamente por meio da comunicação radiofônica. Em sua grade de programação, passou a priorizar os projetos que sempre foram importantes na Igreja de Olinda e Recife, como os pobres, a juventude e a família.

Sendo a mais antiga e tradicional emissora de rádio AM de Pernambuco, conserva em seus arquivos, trabalhos históricos da região. Entre eles, material do Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Helder Câmara, que esteve à frente da emissora por longos anos. Durante o período da Ditadura Militar no País, Dom Helder não podia mais continuar à frente da emissora, por motivos políticos. O regime ditatorial imprimiu perseguição à figura de Dom Helder, o Dom da Paz, proibindo os meios de comunicação de veicularem imagem e som do arcebispo. Neste contexto social e político, diante da perseguição do governo, Dom Helder pediu aos padres Paulinos que comprassem a Rádio Olinda, para evitar que ela fosse fechada pelo regime militar e para salvá-Ia da opressão do sistema vigente no Brasil.

Em 2008, os padres Paulinos colocaram a “Rádio Olinda” à venda, despertando interesse das igrejas evangélicas. Diante da possibilidade de perder este importante canal de comunicação, o então Arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, readquiriu a emissora para dar continuidade ao projeto de evangelização por meio da rádio.

Dom Fernando Saburido, ao assumir a Arquidiocese de Olinda e Recife, em agosto de 2009, voltou seu olhar de pastor para a Rádio e confiou a direção da emissora a um grupo de leigos. Após alguns anos de gestão, por motivos administrativos, Dom Fernando encarregou três presbíteros da Arquidiocese de Olinda e Recife para administrar a rádio. Confiou a direção geral ao Padre Luciano José Rodrigues.

Hoje, os quatro milhões de habitantes da Arquidiocese contam apenas com a Rádio Olinda como única emissora de rádio católica. Paralelamente, mais de dez emissoras pentecostais, com suas pregações, propagam conceitos errôneos sobre a doutrina católica e induzem o povo à busca da prosperidade como prática religiosa.

Istivy Cordeiro

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.