• +55 81 3444-7979
  • jornalismo@radioolinda.com.br

Arquivo por autor

Lançamento da CF 2019 na Arquidiocese solidariza-se ao povo em situação de rua

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

O início da Quaresma – tempo de penitência e jejum em preparação para a Páscoa do Senhor – foi marcado pelo lançamento da Campanha da Fraternidade 2019 na Arquidiocese de Olinda e Recife, na tarde do dia 06/03/19, Quarta-feira de Cinzas. O local escolhido para a celebração Eucarística de Cinzas foi a rua da Conceição, bairro da Boa Vista, em frente à igreja de Santa Cecília, sede da Pastoral do Povo de Rua, buscando sensibilizar a sociedade para o povo em situação de rua. A escolha do local do lançamento da CF 2019 procura conectar-se ao tema da campanha: “Fraternidade e Políticas Públicas, cujo lema é “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27). A missa campal foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Fernando Saburido, e concelebrada pelo bispo auxiliar da Arquidiocese, dom Limacêdo Antonio da Silva, pelo vigário geral monsenhor Luciano Brito e presbíteros e diáconos do clero arquidiocesano. 

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Além do povo de deus, participaram da celebração de Cinzas representantes de congregações religiosas, de pastorais arquidiocesanas, de movimentos e de comunidades católicas. Um dos  momentos especiais que marcaram a celebração aconteceram na primeira e na segunda leituras. A primeira leitura da missa (Jl 2, 12-18) foi lida pelo senhor José Antônio de Souza, morador de rua assistido pela Pastoral do Povo de Rua, e a segunda leitura (2Cor 5,20-6,2) foi lida por um refugiado venezuelano acolhido pela Caritas, para residir em Pernambuco, senhor Darwin Jose, de 45 anos de idade.  

(Foto:Reprodução/PascomAOR)
(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Em sua homilia, dom Fernando Saburido refletiu que o trabalho de conversão deve ser constante. “Devemos ter uma atitude de coragem e adotar uma conversão genuína e dinâmica. O caminho de nossa conversão passa pelo amor. O amor é uma chama que se arrisca a se apagar”, ensinou o metropolita. O arcebispo destacou também que percebe que os fiéis da arquidiocese amam muito os exercícios quaresmais.

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Após a homilia, o arcebispo abençoou as cinzas diante da assembleia. Em seguida, o arcebispo, o bispo auxiliar, o vigário geral e demais sacerdotes impuseram as cinzas na fronte dos fiéis, em forma de cruz, pronunciando as palavras Bíblicas: “Convertei-vos e crede no Evangelho”. 

(Foto:Reprodução/PascomAOR)
(Foto:Reprodução/PascomAOR)

O momento do ofertório teve especial participação da Pastoral do Povo de Rua, com a apresentação de placas e banners que denunciavam a exclusão do povo em situação de rua: “restaurante popular”, “aluguel social”, “consultórios de rua”, dentre outros temas e desafios enfrentados. Uma a uma, as placas foram deixadas ao lado do altar da Missa. 

(Foto:Reprodução/PascomAOR)
(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Antes da bênção final da celebração de Cinzas, o Coral do Movimento Pró-Criança apresentou à assembleia o hino da Campanha da Fraternidade 2019, envolvendo a todos.

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Segundo prescreve a Igreja, na Quarta-feira de Cinzas o jejum e a abstinência de carne são obrigatórios, como também na Sexta-feira Santa, para as pessoas maiores de 18 e menores de 60 anos. Vale salientar que a cinza, como sinal de humildade e penitência, recorda ao cristão a sua origem e o seu fim, e a Quarta-feira de Cinzas marca o começo dos quarenta dias de penitência, no Rito romano, caracteriza-se pelo austero símbolo das Cinzas. Próprio dos antigos ritos nos quais os pecadores convertidos se submetiam à penitência canônica, o gesto de cobrir-se com cinza tem o sentido de reconhecer a própria fragilidade e mortalidade, que precisa ser redimida pela misericórdia de Deus. A Igreja conservou o gesto de receber as cinzas no início da Quaresma como sinal da atitude do coração penitente que cada batizado é chamado a assumir no itinerário quaresmal. Recomenda-se a ajudar aos fiéis que vão receber as Cinzas, para que aprendam o significado interior que este gesto possui, que abre a cada pessoa a conversão e ao esforço da renovação pascal.

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

CF e CNBB: A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) escolheu o tema para estimular a participação popular na formulação de Políticas Públicas à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja, visando fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade. Vale salientar que a Campanha da Fraternidade 2019 terá início em todo o país no dia 6 de março, com o objetivo de tornar mais conhecido como são formuladas e aplicadas as Políticas Públicas estabelecidas pelo Estado brasileiro.

(Foto:Reprodução/PascomAOR)

Para despertar a consciência e incentivar a participação de todo cidadão na construção de Políticas Públicas em âmbito nacional, estadual e municipal, a Comissão Nacional da CF preparou o texto-base, que contou com a participação e contribuição de vários especialistas e pesquisadores, bem como com a consulta a lideranças de movimentos e entidades sociais. Dividido no método ver, julgar e agir, o subsídio aponta uma série de atividades que ajudarão a colocar em prática as propostas incentivadas pela Campanha.

Como exemplo dessas ações, o texto-base além de contextualizar o que é o poder público, os tipos de poder e os condicionantes nas políticas públicas, fala sobre o papel dos atores sociais nas Políticas Públicas. A participação da sociedade no controle social das Políticas Públicas é outro tema de destaque no texto-base. “Política Pública não é somente a ação do governo, mas também a relação entre as instituições e os diversos atores, sejam individuais ou coletivos, envolvidos na solução de determinados problemas”, afirma o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner.

 (Fonte:Pascom Arquidiocese)

Bianka Almeida

Giro AOR – 28.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA SOLEDADE – SOLEDADE

A Arquidiocese de Olinda e Recife e a Comissão do Dízimo convidam a todos para apresentação da Campanha do Dízimo 2019. Será no dia 9 de março às 9h no auditório da igreja matriz de Nossa Senhora da Soledade, localizada na Avenida Oliveira Lima, nº 1029 – Soledade, Recife. É importante a presença de dois representantes da Pastoral do Dízimo e da Pastoral da Comunicação de cada paróquia.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO – VÁRZEA

Estão abertas as inscrições para as aulas de canto e coral infantil para crianças de 7 a 12 anos de idade. As aulas serão nas segundas e terças-feiras, das 14h às 16h, na casa paroquial. As inscrições vão até o dia 17 de março na secretaria paroquial ou diretamente com o Pe. Fred antes das missas.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida

Giro AOR – Horários das missas no carnaval

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO – IPUTINGA

Neste sábado (2), só haverá missa apenas na igreja matriz, às 19h. Domingo(3), na igreja matriz as missas acontecem às 7h, 9h e 19h e na capela São Severino às 17h. Não haverá missa na segunda e terça-feira de carnaval. Na quarta-feira (6), a missa de Cinzas acontece às 19h na igreja matriz.

PARÓQUIA NOSSA SENHOR DE FÁTIMA – SAN MARTIN

Haverá missa no sábado (2), na igreja matriz às 19h. No domingo (3), acontece tem missa às 7h na comunidade Dom Bosco, no Bongi, e às 10h na igreja matriz. Não haverá missa na segunda (4) e terça-feira (5). Já na quarta-feira (6), será celebrada a missa se Cinzas na igreja matriz às 10h e às 19h30, na comunidade Dom Bosco às 19h, e na comunidade Nossa Senhora da Conceição, também às 19h.

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO CRISTÓVÃO – IMBIRIBEIRA

Sábado (2), haverá missa na igreja matriz às 19h. Domingo (3), missa às 7h na capela São Vicente e às 8h na igreja matriz. Quarta-feira (6), missa de Cinzas às 17h na capela São Vicente e às 19h na igreja matriz.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO Ó – PAU AMARELO

Nesta quarta-feira (6), as missas de Cinzas serão celebradas na igreja matriz, às 8h, e na comunidade São João Batista às 19h30.

Bianka Almeida

Giro AOR – 26.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

PARÓQUIA SANTO ANTÔNIO – CABO DE SANTO AGOSTINHO

No dia 10 de março, acontece o encontro de formação para novos e antigos assessores da Infância e Adolescência Missionária, que tem como tema: “Batizados e enviados: IAM em missão no mundo”. O encontro será das 8h30 às 11h30 no Centro Social Armindo Guilherme, centro do Cabo. As inscrições estão sendo realizadas através do número: (81) 99627-8537.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA – IPSEP

A paróquia convida a todos para participar da Adoração ao Santissimo em preparação para o XVIII Congresso Eucarístico Nacional. Será no dia 19 de março, das 9h às 11h, na igreja matriz do Santíssimo Sacramento, no bairro da Boa Vista.

PARÓQUIA SÃO JOÃO BOSCO – ABREU E LIMA

A comunidade Nossa Senhora da Conceição, em Caetés III, convida todos a participar do 7° aniversário do Terço dos Homens. Será no dia 12 de março, no antigo salão comunitário. Às 17h tem a reza do terço e às 18h Santa Missa com pároco, Pe. Antônio Gomes. É necessário confirmar presença no número: (81) 98795-3695.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO – MORENO

A paróquia informa que neste domingo (3), terá Missa apenas às 7h na igreja matriz. Não havendo a Santa Missa às 18h30 na igreja matriz, nem nas comunidades.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida

Giro AOR – 25.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

PARÓQUIA SÃO JOSÉ OPERÁRIO – CABO DE SANTO AGOSTINHO

A paróquia promove pela primeira vez o bloco carnavalesco Operários de São José na Folia, que nesta terça-feira (26), à partir das 20h, em frente ao Centro Comunitário da Vila Social. Haverá desfile do bloco ao som da Orquestra de Frevo Pernambucanidade, apresentação do Bloco Lírico da 3ª Idade do Cabo, show da Banda Boa Música, concurso de fantasia, quermesse com venda de lanches e bebidas, além de um espaço para maquiagem e customização de camisas. Para participar basta adquirir a camisa oficial do evento, no valor de R$ 20,00, que está sendo vendida na secretaria paroquial.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – BOA VIAGEM

A paróquia informa que a partir do dia 10 de março, a missa das 18h domingo na igreja matriz passará a ser celebrada às 18h30.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO – VARZEA

O Grupo Jovem convida todos os jovens de 15 a 29 anos para participar do encontro ‘Reparação’, que acontece no dia 2 de março na Casa Provincial às 19h. O evento conta com a participação do Pe. Rodrigo Arruda do Sagrado Coração de Jesus.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida

Giro AOR – 21.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

ESCOLA DE EVANGELIZAÇÃO SANTO ANDRÉ – SAN MARTIN

A escola promove o curso “Moisés” de formação de libertadores. O curso acontece de 2 a 5 de março na Escola Dom Bosco. As inscrições podem ser feitas no endereço bit.ly/moises2019 e custa R$ 120,00.

ESCOLA DA FÉ – AOR

A Escola da Fé da AOR (Arquidiocese de Olinda e Recife) promove Simpósio Vocacional, com o tema: “Juventude & Vocação”. O simpósio acontece no dia 25 deste mês no Colégio Damas, em Recife das 8h30 às 17h30. A entrada é franca.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO BOM PARTO – CAMPO GRANDE

Neste domingo (24), a Pastoral da Juventude Sal e Luz realiza um encontro jovem às 16h na matriz Nossa Senhora do Bom Parto. A entrada é franca.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida

Giro AOR – 19.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS – CASA FORTE

(Reprodução/Pascom)

Na próxima terça-feira (26), haverá encontro de preparação para a Campanha da Fraternidade 2019, que trás com tema, Fraternidade e Políticas Públicas, e o lema: “Será libertado pelo direito e pela justiça”. O encontro terá início às 20h no salão paroquial.

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA AOR –SETOR F

No dia 17 de março a Renovação Carismática realiza o Retiro Setorial de Formação, com o tema: “Semeai na justiça e colheras bondade em proporção. Lavai novas terras! É tempo de buscar o Senhor, até que venha espalhar a justiça sobre vós”. Será no salão paroquial da igreja Bom Jesus do Arraial, em Casa Amarela, das 7h30 às 11h30.

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS – ESCADA

Nesta quarta-feira (20), acontece Santa Missa e Benção do Santíssimo Sacramento com o Frei Marcos às 19h na capela São Vicente.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida

Campanha Fraternidade : Conheça o que são e quais os tipos de Políticas Públicas existentes

(Reprodução/PascomAOR)

“Refletir sobre Políticas Públicas é importante para entender a maneira pela qual elas atingem a vida cotidiana, o que pode ser feito para melhor formatá-las e quais as possibilidades de se aprimorar sua fiscalização”, este é um dos itens do capítulo “ver” do texto base da Campanha da Fraternidade (CF) 2019, que traz como temática: Fraternidade e Políticas Públicas inspirada pelo versículo bíblico: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27).

Segundo o documento, as políticas públicas são ações e programas que são desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis. O item 20 do documento destaca que Políticas Públicas representam soluções específicas para necessidades e problemas da sociedade. “Ela é a ação Estado, que busca garantir a segurança e a ordem, por meio da garantia dos direitos”, diz o texto.

Essa participação direta da sociedade na elaboração e implementação de Políticas Públicas está garantida na Constituição Federal de 1988 que prevê a participação popular em conselhos deliberativos que estão divididos em quatro áreas: criança e adolescente; saúde; assistência social e educação.

Todos esses conselhos funcionam a nível sejam eles municipal, estadual e federal. O objetivo desta campanha é “estimular a participação em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade”.


A Pastoral da Saúde da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) é um exemplo disso. Possui conselheiros titulares e suplentes. Além de representantes em comissões científicas. (Reprodução/PascomAOR)

“O agente de pastoral tem uma atuação fundamental levando as necessidades de vários seguimentos da sociedade civil e comunidade, propiciando um acompanhamento da gestão pública e privada. É a presença da Igreja no seguimento de participação popular”, destaca o coordenador nacional da Pastoral, Alex Motta.

Segundo Motta, no último pleito, a Pastoral da Saúde Nacional como entidade religiosa ocupava a titularidade e membro titular em algumas comissões Intersetorial: Vigilância em Saúde, Saúde Mental, Educação Permanente, Práticas Integrativas, Assistência Farmacêutica.

Foto: Conferência Nacional de Saúde

Essa articulação na prática envolve muito o trabalho de quem atua nas comunidades. Em Curitiba, a Arquidiocese promoveu no último dia 9 de fevereiro, um encontro de Formação de Políticas Públicas em Saúde para agentes das pastorais de saúde, demais pastorais e conselheiros da saúde.

Segundo a Arquidiocese, além de proporcionar maior compreensão sobre políticas públicas na área da Saúde, a formação é também uma oportunidade de preparação dos agentes de pastorais e conselheiros de saúde para as Pré-Conferências que serão realizadas até as vésperas da Conferência Nacional de Saúde, que será realizada de 4 a 7 de agosto.

Alex Motta destaca dois momentos importantes da atuação da pastoral da Saúde na elaboração de Políticas Públicas: a Conferência Nacional das Mulheres e a 1° Conferência Nacional de Vigilância em Saúde.

“As das Mulheres veio como um novo olhar, trazendo uma atuação mais participativa em vários seguimentos da sociedade civil ocupando espaços muito importante. Principalmente no que se referem a Violência. Já a da Vigilância em Saúde, nos trouxe mais forças para atuar com mais eficiência no campo sanitário e principalmente o que se diz a respeito ao agrotóxico. E recentemente no que se refere às barragens que trouxe grande impacto epidemiológico e ambiental.  Assim, acreditamos que os órgãos competentes estejam em sintonia para fazer acontecer”.

E quando se fala Políticas Públicas são vários segmentos: Além das sociais que são as que mais ganham destaque, tem as áreas da educação, habitação, previdência social, as macroeconômicas, que englobam assuntos fiscais, monetários, cambiais, industriais e comerciais e a administrativa que envolve ações de democracia e participação social. Também existem os tipos de Políticas Públicas específicas ou setoriais como as do Meio Ambiente, Cultura, Agrárias, Direitos Humanos, Mulheres, negros, Jovens e outras tantas.

“Nesse sentido, importante a presença da Igreja católica, por meio do clero e dos leigos, na busca, na participação e na resolução dos problemas sociais e em todo processo de formulação das Políticas Públicas”, afirma o texto do item 27 do capítulo “ver”.

(Fonte: site CNBB)

(Reprodução/PascomAOR)

Bianka Almeida

CNBB participa de encontro no Vaticano para refletir sobre a proteção dos menores

A partir de quinta-feira, 21/02, acontece no Vaticano o Encontro sobre a Proteção dos Menores. O arcebispo de Brasília (DF) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) cardeal Sergio da Rocha, representará a CNBB. Ele deve partilhar, na Santa Sé, algumas medidas preventivas para proteger as crianças do abuso sexual na Igreja. Para o presidente da CNBB, há, hoje, “uma consciência maior a respeito da gravidade dos abusos de menores, especialmente quando cometidos por clérigos, assim como, da necessidade de justiça e de assistência às vítimas”. 

(Reprodução/PascomAOR)

Dom Sergio explica que o assunto tem sido abordado nas reuniões dos bispos, em encontros de formação para formadores de seminários, para presbíteros e religiosos. Aqui no Brasil, por exemplo, a CNBB, ainda em 2011, refez as Diretrizes para a Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil, ressaltando a importância da formação humano afetiva na formação inicial e na formação permanente dos presbíteros. “O tema tem sido abordado nos encontros para formadores, em nível regional e nacional”, apontou o cardeal.

Para ele, as referências claras do papa Francisco ao tema têm ajudado muito a tomar consciência da gravidade do problema e da necessidade de ação enérgica para a sua superação e prevenção: “Esperamos que o encontro que vai ocorrer no Vaticano possa nos oferecer maiores orientações para aprimorar as iniciativas já existentes na superação e prevenção dos abusos e de assistência às vítimas”.

O presidente da CNBB também ressalta que o tema necessita receber mais atenção não somente na Igreja, mas também na sociedade, “pela sua gravidade e pelos casos que ocorrem em outros ambientes, como a família”. Segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado em junho de 2018, num período de seis anos (2011-2017) foram notificados 184.524 casos de violência sexual, sendo a maioria na residência da vítima, correspondendo a 69,2% das ocorrências com crianças e 58,2% dos casos em que adolescentes são vítimas.

Dentro da Igreja, alguns desafios estão postos, como a maior atenção à formação humano-afetiva, a necessidade de maior agilidade na apuração de casos de abusos e o contato com as vítimas para diálogo e assistência.

Atuação da CNBB 

Além da abordagem da temática de formação humano afetiva dos futuros padres, a CNBB criou uma Comissão para tratar dos abusos, para assessorar os bispos e suas dioceses, de acordo com o cardeal Sergio. Outra iniciativa da Conferência Episcopal foi a elaboração do texto “Cuidado pastoral das vítimas de abuso sexual”, que está sendo publicado, após várias revisões e aprimoramento.

“Um primeiro texto foi redigido em 2012 e enviado para a Congregação para Doutrina da Fé, do Vaticano. No final de 2018, o texto foi aprovado pela Congregação para a Doutrina da Fé, embora continue sujeito a modificações conforme a legislação canônica e civil”, recorda dom Sergio.

“Aguardamos a reunião a ser realizada no Vaticano para dar novos passos na abordagem desse problema que tem causado tanto sofrimento, na Igreja, especialmente em alguns países”, espera o cardeal.

O encontro no Vaticano

Na última terça-feira, o organizador do encontro, padre Hans Zollner apresentou a dinâmica do encontro a jornalistas no Vaticano. De acordo com o padre jesuíta, “será um encontro de pastores que pela primeira vez enfrentarão a questão da proteção dos menores na Igreja de maneira constante, levando em consideração estruturas e procedimentos em nível mundial”.

O encontro contará com a presença do papa Francisco. E terá os seguintes temas em cada dia:
– No primeiro dia, serão discutidas as responsabilidades pastorais e jurídicas do bispo
– No segundo dia, será a oportunidade de estabelecer a quem o bispo ou o superior de uma ordem deve prestar conta da sua ação em matéria e, portanto, definir as estruturas, procedimentos e métodos que possam ser concretamente aplicáveis.
– No terceiro dia será dedicado ao tema da transparência. “Transparência interna, naturalmente, mas também para com as autoridades estatais e com todo o povo de Deus”.

Não foram divulgadas informações sobre o quarto dia de encontro.

(Fonte: site CNBB)

(Reproduçã/PascomAOR)

Bianka Almeida

Giro AOR – 15.02.2019

Confira a agenda das paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.

PARÓQUIA SANTO ANTÔNIO DOS GUARARAPES – JABOATÃO DOS GUARARAPES

Neste domingo (17), acontece o 3º Passeio Ciclístico da Paróquia Santo Antônio dos Guararapes. O circuito inicia às 9h saindo da igreja matriz, seguindo no sentido Praça Ivo Borges, indo até a Rádio Maranata e tornando para igreja matriz. A inscrição custa R$ 10,00 mais um 1kg de alimento não perecível e pode ser feita na secretaria paroquial.

PARÓQUIA CRISTO REDENTOR – JORDÃO

Neste sábado (16), acontece o Luau com Cristo às 18h na igreja matriz Cristo Redentor. É necessário levar toalha ou canga. Também acontece o Cristoteca às 19h na quadra do Colégio Dom Carlos Coelho. A entrada custa R$ 5,00.

A paróquia promove um feijoada para arrecadar fundos para a Juventude da Sagrada Família realizar um retiro para os jovens. A feijoada acontece neste domingo (17), às 9h na praça do Jordão Baixo, que fica na Avenida Dona Carentina. O custo é de R$ 5,00 e também estará sendo vendido Cremosinho, no valor de R$ 1,00.

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO E SÃO CRISTÓVÃO – IMBIRIBEIRA

Neste domingo (17), o Grupo de Oração Rainha da Paz comemora 32 anos de criação. O grupo convida a todos os paroquianos para rezar o Santo Terço às 18h e logo após, participar da Santa Missa.

Giro AOR – A sua paróquia é notícia na Rádio Olinda. Mande programação para o e-mail interatividade.radioolida@gmail.com ou jornalismo@radioolinda.com.br

Bianka Almeida